segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Medo...azar...terror...alucinações...desvario e morte!



Medo...
...da equipa adversária,das despropositadas opções técnico\tácticas do treinador, do azar que teima em perseguir a equipa principal de futebol do Clube.
Medo do peso do passado, da inépcia do presente e da incerteza do futuro!


Azar...
...já dizia um amigo meu, é cair de costas e partir o car****!! O que se passa com a equipa sénior do SCPortugal, não é azar!
Não pode ser azar perder pontos e jogos, de forma crónica e consistente nos últimos minutos das partidas. Pode-se chamar tudo desde falha de concentração a pouca competência da equipa, mas nunca azar! O azar é caracterizado pelo seu carácter pontual, quando passa a ritual, há que procurar outra palavra que possa traduzir este sentimento de impotência que os Sportinguistas experimentam na maior parte dos jogos de futebol da equipa sénior. É assim como que um sentimento de terror perante tanta previsibilidade!


Terror...
...é o que sinto quando acaba o jogo desta noite com a União de Leiria e reparo mais uma vez que a massa adepta sai ordeira e cabisbaixa, constrangida com o que acabou de assistir, aqui e além umas palavras mais amargas em relação a Bento ou a Purovic, e depois abandonar rapidamente o local, não vá alguma camâra de TV, captar a sua imagem enlutada, e o coitado ser alvo de chacota no trabalho!
O alvo da turba nunca poderá ser Bento ou algum dos reforços adquiridos, mas sim quem contratou Bento e contratou 10 jogadores estrangeiros! Paulo Bento até ao fim da época transacta, era únanime considera-lo como um grande treinador, que tinha levado a equipa a disputar o campeonato até ao fim com a "prata da casa", tendo inclusive ganho uma taça de Portugal! De repente ficou mau? Ou o seu grande pecado foi aceitar o presente envenenado da direcção, que depois de se desfazer em juras de que finalmente tinha encontrado o seu verdadeiro rumo de equipa formadora, que agora é que se ia começar a apostar firmemente nos jovens do Clube, adquire entre a título definitivo, "custozero" e empréstimo 10 jogadores estrangeiros, nenhum de qualidade excepcional, e que nos clubes de onde vieram, eram considerados na sua grande maioria como jogadores com carências psicológicas, instáveis, no fundo os " Carlos Martins " dos outros.
Terror quando em AG ouço Ribeiro Teles dar como justificação para tão grande quantidade de jogadores adquirida no defeso - "o reforço da competitividade da equipa, que não pode viver exclusivamente dos jovens".Pois não os nossos jovens não dão dinheirinho a sério nas comissões, não é verdade? Também não foi pela experiência que foram contratados a maior parte na casa dos "vintes".
Terror quando me apercebo que os verdadeiros incompetentes vão continuar muitos e bons anos, porque os culpados hão-de ser sempre os "Bentos" e os "Purovics" e nunca quem os foi buscar!!


Alucinações...
A polémica com Carlos Queiroz é estéril, e resulta de aplicar uma táctica antiga do futebol português- quando as coisas começam a arder na nossa casa, há que rapidamente encontrar um inimigo externo em que se possa alijar as culpas de modo a mobilizar a turba anónima e na maior parte das vezes mal formada, canaliza toda a sua ira para o novo ódio de estimação. Resulta com o porto e benfica, definitivamente não resulta com a massa adepta Sportinguista, principalmente pela fragilidade dos argumentos usados!
Round1
Queiroz dá uma entrevista ao jornal a bola em que afirma que Mveloso é um jogador valioso e com o potencial para jogar no Manchester, diz ainda que o Clube está interessado em todos os bons jogadores como Mveloso do SCP ou Bruno Alves do FCPorto, mas que neste momento o Manchester não está interessado MVeloso por ter 6 jogadores para essa posição, claro que se acontecesse alguma catástrofe e se lesionassem ou saíssem jogadores, teriam de ir ao mercado e que Veloso poderia então um valor a ter em conta.
Round 2
Franco acusa Queiroz de dizer especificamente bem de M.Veloso, num tom agressivo a deixar subentendido uma pseudo manobra de desestabilização da equipa.
Round 3
Queiroz manda Franco ler a entrevista como deve ser, no entanto o pé foge para o chinelo e a mão desliza para a anca quando afirma que Franco a partir de certas alturas do dia não sabe o que diz, e que é grande mas não é grande coisa, e que sim é empregado munited porque tem de trabalhar, e não teve a sorte de nascer em berço de ouro e poder viver de tachos e de cunhas.
Round 4
Franco sente-se insultado, pondera uma acção em tribunal e refere que só insulta quem é vaidoso e incapaz de encaixar uma crítica.
Round 5
A direcção do SCPortugal manda para fora um comunicado em que declara Queiroz "personna nom grata" em Alvalade.

Conclusão
Franco mais uma vez inábil, patético e constrangedor como figura líder do Clube.
Queiroz tem razão em tudo o que disse, inclusive nos insultos a Franco, acontece é que verbalizou uma coisa que está á vista de todos, podia ter pensado não devia ter dito. Passou por malcriado e caiu em algum descrédito na resposta desabrida que efectuou.
Todos saíram a perder, Franco que ouviu aquilo que não queria, Queiroz que mostra uma faceta desconhecida de labrego, O Sporting que sempre que um seu jogador for alvo do interesse de um grande clube terá de vir a terreiro desmentir ou hostilizar o Clube, por fim o MUnited que põe em risco um protocolo de sentido unívoco que já lhe deu Ronaldo e Nani.


Desvario...
Numa entrevista dada na ressaca da tempestade com Queiroz, Franco disserta sobre uma infinidade de temas, ficam os melhores momentos:
Do que é que o Sporting precisa para ganhar?
- De um enorme trabalho na motivação e mobilização dos seus sócios e adeptos para serem cada vez mais sportinguistas. Se o Sporting for maior vai ser melhor.
OBS: "Dedico 1 hora por dia ao Sporting!";"Gosto de ser presidente ás segundas, quartas e sextas e aos domingos depende do resultado do futebol!" Franco dixit.

O que se propõe conquistar até ao final do mandato, a ano e meio do fim?
- Tentar encontrar um local para um pavilhão para as modalidades, seja ele financiado por terceiros ou por nós próprios, e lutar por títulos, dotando as nossas equipas de cada vez maior competitividade.
OBS:Tentar?Quando?

Quando se propôs a vender o património foi para construir um Sporting europeu. Para quando?
- Não fossem alguns resultados menos conseguidos, até por deficientes arbitragens, e se calhar estávamos na segunda fase da Champions. Mantenho o sonho de um Sporting europeu. O menor desempenho na Liga acontece em todos os países. Veja-se o exemplo do AC Milan... O futebol não deixa de ser também sorte e azar.
OBS:Desvario é anunciar um rumo e depois negá-lo! É ENGANAR OS SÓCIOS com a subtil mentira que a venda do património serviu para construir uma equipa para Europa!Mas a equipa não foi apurada para a 2ª fase...pois não respondeu Franco mas com a Roma perdemos lá e merecíamos empatar, cá empatamos e merecíamos ganhar com o United podíamos ter ganho, e prontos é fazerem as contas que o Sporting já estava na 2ªfase, em suma o nosso projecto europeu só não foi para a frente devido ao azar!
Então estes brilhantes gestores que não deixam nada ao acaso, quando falha o projecto desportivo pensado para o Clube, justificam-no com o azar?!?


Morte...
...de um grande Clube, cujo o fundador um dia desejou ser tão grande como os maiores da Europa!
Venda do património, sob a promessa de construir uma equipa para a Europa!
Clube cada vez menos ecléctico, e dentro das modalidades praticadas cada vez menos competitivo!
Dirigentes que se dão prémios uns aos outros com o Clube em alegada crise, o único onde se premeia a mediocridade! Freitas recebeu um prémio de 86 mil euros, atenção não foi o único a receber, nem foi a 1ªvez que recebeu, soube-se porque foi comunicado á CMVM, e foi comunicado porque agora Freitas é director do Clube.
Teles, Afra e Figueira também receberam, mas isso são contas para outro comentário.
O Sporting é um clube em coma, por exemplo hoje com o UDLeiria 32 e qualquer coisa mil de boxes vendidas, mais não sei quantos mil bilhetes vendidos, e estiveram presentes cerca de 22 mil espectadores, os sportinguistas estão apáticos, não se revém no Clube? Nos dirigentes? Na equipa? Treinador? Tudo? Nada?
Estamos a assistir, mas continuamos a não querer acreditar, que aos poucos nos estão a matar?

1906
Luta & Resiste!

5 comentários:

Coração de Leão disse...

Um dos poucos blogues sportinguistas em que vejo críticas lúcidas, e que foge do bota-abaixo a Bento....

Meus parabéns por isso!

Pedro Costa disse...

Meu caro, sou um grande adepto do teu blog. Junto-me a ti na luta contra esta sussia de dirigentes que tomam conta do nosso clube ha mais de 10 anos e enganam todos aqueles que amam o Sporting.
paixaoleonina@blogspot.com
Conta comigo.

J.M. disse...

Uma análise que põe o dedo na ferida! O balneário está a desintegrar-se, a rábula da marcação do penalty é elucidativa... e vai deixar rastos em jogadores que não merecem certos tratamentos menos sensíveis... especialmente aqueles que mais se esforçam...

Jedi Master Atomic disse...

Bom post ;)

Miguel Veloso para o banco JA !!

Anónimo disse...

"Restavam apenas 300 espartanos,...que decidiram resistir até à morte...Xerxes ameaçou a insignificante defesa grega dizendo: "minhas flechas serão tão numerosas que obscurecerão a luz do Sol." Leônidas respondeu: "Tanto melhor, combateremos à sombra!"
Parabéns pelo fantástico blog e cuidado com os Efialtes que andam por aí!!!