quinta-feira, 19 de novembro de 2009

No que é que transformaram o Sporting?


Cachucho não é coisa que me traga a mim
Mais novidade do que lagostim
Nariz que reconhece o cheiro do pilim
Distingue bem o Carvalhal do Mourinho
O economês, ora aí está, quer dizer
Há tanto neste Clube que ainda está por fazer
Entrar por aí a dentro, analisar, e então
Do meu 'attaché-case' sai a solução!

SAD Não há graça que não faça a SAD
SAD O bombástico de plástico para si
SAD Não há força que retorça a SAD

Discreto e ordenado mas nem por isso fraco
Eis a imagem 'on the rocks' do cancro do tabaco
Enfio uma gravata em cada fato-macaco
E meto o pessoal todo no mesmo saco
O economês, ora aí está, quer dizer
Não ando aqui a brincar, não há tempo a perder
Batendo o pé na casa, e maracas na mão
É só desinfectar em superprodução!

SAD Não há truque que não lucre ao SAD
SAD O heróico paranóico hara-kiri
SAD Panegírico, pro-lírico daqui

Palavras, palavras, palavras e não só
Palavras para si e palavras para dó
A contas com o nada que swingar o sol-e-dó
Depois a criadagem lava o pé e limpa o pó
O economês, ora nem mais, célulazinhas cinzentas
Sempre atentas
E levas pela tromba se não te pões a pau
Num encontrão imediato do 3º grau!

SAD Não há lenha que detenha a SAD
SAD Não há ronha que envergonhe a SAD
SAD ...

Entretém-te filho, entretém-te, não desfolhes em vão este malmequer que bem-te-quer, mal-te-quer, vem-te-quer, ovomalt'e-quer, messe gigantesca, vem-te vindo, VIM no Conselho Leonino, VIM nas AG´S, VIM em Alcochete, VIM em Alvalade, VIM em toda a parte, vem-te filho, vem-te comer ao olho, vem-te comer à mão, olha os pombinhos pneumáticos que te arrulham por esses jornais fora, olha a Música no Coração dos Oliveirinha, olha o Pinto da Costa que te traz debaixo d'olho, o respeitinho é muito lindo e nós somos um povo de respeito, né filho? Nós somos um povo de respeitinho muito lindo, saímos à rua de cachecol e bandeira na mão para ir votar na AG, sem dar conta de que saímos à rua de cachecol e bandeira na mão para votar nos mesmos a horas certas, né filho? Consolida filho, consolida, enfia-te a horas certas em Alvalade que o malmequer vai-te tratando das contas consolidadas.

Consolida filho, consolida, que o teu líder é muito lindo, o teu presidente é muito lindo, é o mais lindo de todos, como o Roqqettte, não é filho? O cabrão do Roqquettte entrou-te pela porta das traseiras, tu tiveste um gozo do caraças, vais dormir entretido, não é? Pois claro, ganhar forças, ganhar forças para consolidar, para ver se a gente consegue num grande esforço nacional e desportivo estabilizar esta destabilização filha-da-puta, não é filho? Pois claro! Estás aí a olhar para mim, pagaste a tua quota, pagaste a tua Gamebox e estás a pensar lá com os teus zodíacos: Este tipo está-me a gozar, este gajo quem é que julga que é? Né filho? Pois não é verdade que tu és um herói desde de nasceste?

A ti não é qualquer totobola que te enfia o barrete, meu grande safadote! Meu BES de merda, né filho? Onde está o teu Extremo Oriente, filho? A-ni-ki-bé-bé, a-ni-ki-bó-bó, tu és , tu és sócio, pois claro, tu sozinho consegues enrabar a UEFA com passaporte de coelho, não é filho? Mal eles sabem, pois é, tu sabes o que é gozar a vida! Entretém-te filho, entretém-te! Deixa-te de políticas que a tua política é o Sporting, porreirinho da Silva, e salve-se quem puder que a vida é curta e os santos não ajudam quem anda para aqui a encher pneus com este paleio, não é filho?

SAD dida didadi dadi dadi da didi
SAD ...

Come on you son of a bitch! Come on baby a ver se me comes! Acabamos todos numa sardinhada ao integralismo Lusitano, a estender o braço, meio Rolão Preto, meio Steve McQueen, ok boss, tudo ok, estamos numa porreira meu, um tripe fenomenal, proibido voltar atrás, viva o Sporting, né filho? Pois, o irreversível, pois claro, o irreversívelzinho, pluralismo a dar com um pau, nada será como dantes, agora todos se chateiam de outra maneira, né filho? Ora que porra, deixa lá correr o marfim, homem, andas numa alta, pá, é assim mesmo, cada um a curtir a sua, podia ser tão porreiro, não é? Preocupações, crises associativas pá? A culpa é dos Terroristas pá!

Esta merda dos Terroristas é que divide a malta pá, pois pá, é só paleio pá, o pessoal só quer é falar mal pá! Razão tem o Vasco Lourenço pá! Pois pá! Vocês são menos tem é de se calar! É pá, deixa-te disso, não destabilizes pá! Eh, faz favor, mais uma bica e um pastel de nata. Uma porra pá, um autentico desastre aquele dia em que 300 terroristas se juntaram para protestar, esta confusão pá, a malta estava sossegadinha, equipa da formação, PBento á 4 anos, um Projecto de Clube á quase 15 anos... Tá bem, essa merda de um buraco de Milhões pá, a cada vez mais próxima refundação do Clube, mas no fim de contas quem é que não colaborava, ah? Quantos bufos é que não havia nesta merda toda, ah? Quem é que não se calava, quem é que arriscava coiro e cabelo, assim mesmo, o que se chama arriscar, ah? Meia dúzia de líricos, pá, meia dúzia de líricos que acabavam todos a ser identificados pela bófia, pá, isto é tudo a mesma carneirada! Oh sr. guarda venha cá, á, venha ver o que isto é, é, o barulho que vai aqui, i, o neto a bater na avó, ó, deu-lhe um pontapé no cu, né filho? Tu vais conversando, conversando, que ao menos agora pode-se falar, ou já não se pode? Ou já começaste a fazer a tua revisãozinha constitucional tamanho familiar, ah?

Estás desiludido com as promessas do Projecto, né? As conquistas do Projecto! Eram só paleio a partir do momento que tas começaram a tirar e tu ficaste quietinho, né filho? E venderam todo património para ter finalmente uma equipa para Europa, e passaram tudo para a SAD...E tu fizeste como o avestruz, enfiaste a cabeça na areia, não é nada comigo, não é nada comigo, né? E os da frente que se lixem... E é por isso que a tua solução é não ver, é não ouvir, é não querer ver, é não querer entender nada, precisas de paz de consciência, não andas aqui a brincar, né filho? Precisas de ter razão, precisas de atirar as culpas para cima de alguém e atiras as culpas para os da frente, para os da Direcção, para os dos Árbitros, para os dos jornais, para os da televisão para os do benfica, para os da altura do bigodes, para o Rui Santos para os do... que dia é hoje, ah?

SAD Dida didadi dadi dadi da didi
SAD ...

Não há sócio nenhum que não se sinta culpado de qualquer coisa, não é filho? Todos temos culpas no cartório, foi isso que te ensinaram, não é verdade? Esta merda não anda porque a malta, pá, a malta não quer que esta merda ande, tenho dito. A culpa é de todos, a culpa não é de ninguém, não é isto verdade? Quer-se dizer, há culpa de todos em geral e não há culpa de ninguém em particular! Somos todos muita bons no fundo, né? Somos todos um Clube de pecadores e de vendidos, né? Somos todos, ou da situação ou da reação, estas coisas até já nem querem dizer nada, ismos para aqui, ismos para acolá, as palavras é só bolinhas de sabão, parole parole parole e o Zé é que se lixa, cá o pintas é sempre o mexilhão, eu quero lá saber deste paleio vou mas é ao futebol, pronto! Fora o arbitro, gatuno! Qual gatuno, qual caralho! Razão tinham os gajos das escutas para se entreter, né filho?

Entretém-te filho e vai para a cama descansado que há milhares de gajos inteligentes a pensar em tudo neste mesmo instante, enquanto tu adormeces a não pensar em nada, milhares e milhares de tipos inteligentes e poderosos com computadores, redes de policia secreta, telefones, carros de assalto, exércitos inteiros, congressos em Santarem, eu sei lá! Podes estar descansado que o José Eduardo está a tratar de ti com o Moniz Pereira, o Freitas está a tratar de ti com o Telles, tudo corre bem, a ver quem se vai abotoar com os 25 tostões de riqueza que tu vais pagar amanhã da tua quota. A ver quem vai ser capaz de convencer de que a culpa é tua e só tua se o teu Clube perde valor todos os dias, ou de te convencer de que a culpa é só tua se as glórias prometidas são como o rio de S. Pedro de Moel que se some nas areias em plena praia, ali a 10 metros do mar em maré cheia e nunca consegue desaguar de maneira que se possa dizer: porra, finalmente o rio desaguou!

Vão te convencer de que a culpa é tua e tu sem culpa nenhuma, tens tu a ver, tens tu a ver com isso, não é filho? Foste tu que os puseste lá, mas cada um que se vá safando como puder, é mesmo assim, não é? Tu fazes como os outros, fazes o que tens a fazer, votas no Santana Lopes, no Roqquetttte, votas no Franco, e agora até com 90% no José Eduardo! Que mais querem eles, que lhe ofereças a Europa no natal?! Era o que faltava! É assim mesmo, julgam que te levam de mercedes, ora toma, para safado, safado e meio, né filho? Nem para a frente nem para trás e eles que tratem do resto, os gatunos, que são pagos para isso, né? Claro!

Que se lixem as alternativas, para trabalho já me chega. Entretém-te meu anjinho, entretém-te, que eles são inteligentes, eles ajudam, eles emprestam, eles vendem, eles Vmocam eles decidem por ti, decidem tudo por ti, se hás-de construir vender todo o património ou passar tudo para a SAD, se hás-de vender os direitos televisivos aos Oliveirinhas ou a Academia de Alcochete, descansa que eles tratam disso, se tens de comer com o Angulo só nos jogos da liga ou hás-de ser obrigado a assistir á derrocada de todas as modalidades! Descansa, não penses em mais nada...

Piramiza filho, piramiza, antes que os chatos fujam todos para o INATEL, que assim é que tu te fazes um homenzinho! Pois pá, isto é um país de analfabetos, pá! Quanto menos souberes a quantas andas melhor para ti, não te chega para o bife? Antes no talho do que na farmácia; não te chega para a farmácia? Antes na farmácia do que no tribunal; não te chega para o tribunal? Antes a multa do que a morte; não te chega para o cangalheiro? Antes para a cova do que para não sei quem que há-de vir, cabrões de vindouros, ah? Sempre a merda do futuro, a merda do futuro, e eu ah? Que é que eu ando aqui a fazer? Digam lá, e eu? Isto é que é uma porra, anda aqui um gajo cheio de boas intenções, a pregar aos peixinhos, a arriscar o pêlo, e depois? É só porrada e mau viver é?

O menino é mal criado, o menino é 'pequeno burguês', o menino pertence a uma classe sem futuro histórico... Eu sou parvo ou quê? Quero ser feliz porra, quero ser feliz agora, que se foda o futuro, que se foda o progresso, mais vale só do que mal acompanhado, vá mandem-me lavar as mãos antes de ir para a mesa, filhos da puta de progressistas do caralho da revolução que vos foda a todos!

Deixem-me em paz porra, deixem-me em paz e sossego, não me emprenhem mais pelos ouvidos caralho, não há paciência, não há paciência, deixem-me em paz caralho, saiam daqui, deixem-me sozinho, só um minuto, vão vender jornais e treinadores e jogadores e árbitros e escutas e terroristas e policias para o raio que vos parta! Deixem-me sozinho, filhos da puta, deixem só um bocadinho, deixem-me só para sempre, tratem da vossa vida que eu trato da minha, pronto, já chega, sossego porra, silêncio porra, deixem-me só, deixem-me só, deixem-me só, deixem-me morrer descansado. Eu quero lá saber do Eduardo Barroso e do Oliveira e Costa, eu quero lá saber do Mil Homens e do Dias Ferreira e da Rita Figueira e Don Corleone do BES, eu quero se lixe o Madaíl e o Octávio Machado e o Orelhas dos Pneus e a comissão paga ao Veiga pelo JPinto e o Vitor Pereira e o Reinaldo Telles, deixem-me só porra, rua, larguem-me, desopila o fígado, arreda, T'arrenego Satanás, filhos da puta.

Eu quero morrer sozinho ouviram? Eu quero morrer, eu quero que se foda a SAD, eu quero lá saber da SAD, eu quero que a SAD se foda, eu quero lá saber que a SAD me foda a mim, eu vou mas é votar no Yordanov quando regressar para a homenagem, pronto, bardamerda para a SAD, a SAD é só um pretexto vosso seus cabrões, a SAD não existe, a SAD nunca aterrou em Alvalade coisa nenhuma, a SAD é uma finta vossa para virem para aqui com esse paleio, rua, desandem daqui para fora, a culpa é vossa, a culpa é vossa, a culpa é vossa, a culpa é vossa, a culpa é vossa, a culpa é vossa...

Assim mesmo, como entrevi um dia, a chorar de alegria, de esperança precoce e intranquila,quando entrei pela primeira vez em Alvalade, aquela imensa mole humana irmanada no ideário ESFORÇO, DEDICAÇÃO, DEVOÇÃO E GLÓRIA!Gritando a plenos pulmões o orgulho de pertencermos aquela família! Á nossa família! Após 17 anos, ao pé da antiga cervejaria assim mesmo um sócio antigo lhes falou: Amigos, agora afinal já somos muitos, eles não conseguiram fazer-nos esquecer, passámos sol, chuva e vigaristas e continuo aqui, sou só mais um!
Valeu a pena a travessia? Valeu pois!!!

Assim mesmo, por detrás das colinas onde o verde está à espera se levantam antiquíssimos rumores, as festas e os suores, a alegria na defesa das cores, o orgulho num símbolo! Assim mesmo senti um dia, a chorar de alegria, de esperança precoce e intranquila, o bater inexorável dos corações, como tambores a ecoar. De quem é Alvalade? É nosso!!!!!!!!

1906

Luta & Resiste!

4 comentários:

Anónimo disse...

É isto...

Anónimo disse...

Parabens pelo texto,é desta massa que se fazem os Sportinguistas que sentem o clube,és o bocage do século XXI!

Balakov10 disse...

Excelente post!

Morcego disse...

Grande é o Zé Mário.